26.5.09

Medo

Este fim de semana estive em Cachoeira Paulista e assisti a palestra do padre Fabio de Melo na emissora Canção Nova, a qual falava sobre os medos que temos na vida.
Medo...um sentimento que nos impede muitas vezes de agir, de realizar algo.
O medo nada mais é que a perda da capacidade de racionalizar uma situação qualquer. E muitas vezes, sem saber exatamente o que está acontecendo cria-se uma espécie de fantasia mental.
Existem diversos tipos de medo: medo da morte, medo do envelhecimento, medo de perdas, medo de ficar só, medo da rejeição dentre outros inerentes ao ser humano.
Esse sentimento muitas vezes é um grande aliado, como em uma situação ameaçadora, porém, vejo muitas pessoas dizerem que sentem medos que as impede de realizar algo positivo em suas vidas. Tenho uma colega por exemplo que detesta o que faz, esta descontente com a empresa porém tem medo de pedir demissão e ficar desempregada ou não encontrar algo melhor.
Há quem tenha medo de sair de um relacionamento já desgastado onde não existe mais amor e respeito por medo da solidão. Ou aqueles que evitam o ínicio de um novo relacionamento com alguém que realmente os ama por medo de decepcionar-se ou sofrer. Ainda existe o medo ligado à saúde, no caso de alguém que precisa realizar uma cirurgia para salvar sua vida, pois o medo de morrer em uma mesa de cirurgia era muito maior. Conheço um caso em minha família (terceiro ou quarto grau), onde uma prima tinha que fazer uma cirurgia e tirar o seio devido a um câncer, porém, o fato de ficar sem uma parte de seu corpo e também do preconceito que o próprio marido tinha, a impediu de realizar a cirurgia, que poderia tê-la salvo daquela doença, talvez até estivesse entre nós hoje se não fossem seus medos...
Não quero com tais exemplos julgar as decisões que cada um toma em sua vida, porém, quero alertar como esse sentimento pode interferir na vida das pessoas. E ainda impede que a pessoa veja a situação que se permite viver, ou seja, vive no controle de uma situação a qual lhe traz certa "estabilidade temporária", acomodação e até infelicidade por não atingir aquilo que realmente ela gostaria.

Como diz a canção "Miedo" de Lenine:
"O medo é uma linha que separa o mundo
O medo é uma casa aonde ninguém vai
O medo é como um laço que se aperta em nós
O medo é uma força que não me deixa andar..."
Olhe para si e não permita que esse sentimento o impeça de realizar...
Viva sem medo de ser feliz.

4 comentários:

  1. Ah quem diga que viver com medo é viver pela metade, porém Isso tudo é muito relativo, pois há casos e casos. Há casos que o medo é necessário, afinal um dos grandes motivos por existir toda uma crença entre o que é certo ou o que é errado e o que impede muitas vezes as pessoas de cometerem certos atos é justamente pelo “medo” em função daquilo que foi condicionada a ela em acreditar, pois se ela fizer “isso” ela pode ser punida, ou se ela fizer “aquilo” ela pode perder algo, enfim sem esses “medos” digamos assim tudo viraria um caos. Uma pessoa não mata a outra apenas pela consciência de que devemos preservar e valorizar a vida, ou tem aí embutido o “medo” de que se o fizer pagará por isso? Então não acho que o “medo” seja algo 100% ruim, pelo contrário as vezes é necessário. Não dá para generalizar. Eu particularmente acredito que aquilo que te dá medo, que te assusta, que te aterroriza é justamente aquilo que irá te fazer forte.

    ResponderExcluir
  2. Isso mesmo Paulo, como mencionei, o "medo é muitas vezes um grande aliado, como em uma situação ameaçadora" e o exemplo que vc usou define bem isso.
    Mas assim como um aliado, ele pode ser um grande inimigo. Há pessoas que se deixam dominar por esse sentimento e não conseguem usá-lo a seu favor para tornarem-se fortes e e com isso deixam de ter uma vida completa uma vez que esse domínio a faz viver pela metade ou simplesmente não viver.

    ResponderExcluir
  3. Dry, realmente muitas pessoas deixam de fazer detrminadas coisas, tomer certas decisões, por medo.
    Estou sempre na Canção Nova,quando não posso ir, acompanho pela televisão.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Olá Dora, td bem? Obrigada pela sua visita. Venha sempre.
    Vc está sempre na Canção Nova? Que ótimo. Estive lá há uma semana e me apaixonei. É um ambiente maravilhoso, de muita luz e energia positiva. Quem sabe não nos encontramos lá um dia.
    Um abraço pra vc tb.

    ResponderExcluir

Indicação de livros

  • A Arte Da Guerra - Sun Tzu
  • A cura de Schopenhauer - Irvin D. Yalom
  • Heróis de Verdade - Roberto Shinyashiki
  • O guardião de memórias - Kim Edwards
  • Quando Nietzsche Chorou - Irvin D. Yalom
  • Você é Insubstituível - Augusto Cury

Vídeos

Loading...

Amigos