22.11.09

Mensagem do dia

"Preocupe-se mais com a sua consciência do que com a sua reputação, porque sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam que você é, e isso é problema deles".

(Nietzsche)

7 comentários:

  1. Eu sou mais eu, se falarem de mim é porque existo e significo alguma coisa para essa pessoa.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente, acho incrível essa citação de Nietzsche, tanto que já postei em meu blog, porém no mundo atual, no paradigma em que vivemos hoje isso é uma mera fantasia.
    bj

    ResponderExcluir
  3. Não me preocupo com o que os outros pensam, minha consciência fala por mim.
    Tenha uma ótima semana...

    ResponderExcluir
  4. Concordo querida Ana,
    quando somos alvo de comentários, penso que representamos algo para o outro, seja positiva ou negativamente. às vezes até mesmo no aspecto negativo, pode significar que temos algo que a própria pessoa gostaria de ter, que no fundo seja algo positivo pra ela, porém, que ela mesma não consiga assumir.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Interessante Paulo que seu comentário, o qual eu concordo plenamente, me fez pensar agora em uma reflexão de alguns meses. Imagine que você está no meio de um grupo de 10 pessoas. Cada uma delas têm uma visão de você, uma forma de enxergar quem é o Paulo, qual a imagem ou que informação sua imagem transmite pra cada uma delas. Imagine, são 10 diferentes formas de enxergar você. A percepção de cada uma é diferente, claro, que há casos, principalmente se forem pessoas de sua convivência, que haverá um consenso. Mas de qualquer forma, é um exercício onde você consegue visualizar que cada um tem uma forma de enxergar o outro. Infelizmente não vamos agradar a todos, mas o que importa é como nos vemos, como nos enxergamos e nos aceitamos, pois cada ser é único, não importa o que a sociedade, a família, as tradições coloquem. É o que a Dora comentou, a nossa consciência falar por nós. É nos respeitarmos e nos aceitarmos, assim como ao outro e não permitir que isso interfira em nosso jeito de ser, de ver e de estar no mundo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Sim, claro quanto à questão de “agradar” é como diz o ditado “Não se poder agradar Gregos e Troianos”, portanto isso é fato. Com certeza que a maneira como nos enxergamos é o que conta, por isso o que pensam ou deixam de pensar a meu respeito não me importa nenhum pouco. Porém quando digo que no mundo de hoje isso é meio irreal, o que de fato eu quis dizer é que felizmente ou infelizmente “reputação” é algo que conta e muito no sentido “Profissional”, no ambiente Corporativo, etc. A Imagem que passamos conta e muito, pq de certa forma a imagem que passamos acaba sendo associada junto a Empresa, então nesse caso acaba sendo impossível dizer que “ o que pensam de você, e isso é problema deles”.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Nesse ponto eu entendo Paulo e concordo, porque no aspecto profissional, você vende a sua imagem, aquilo que você transmite pras pessoas e como elas te enxergam é o que vai te ajudar a subir profissionalmente ou cair de vez.
    A gente tem que fazer nosso trabalho da melhor forma, respeitar os colegas, ser profissional e tomar cuidado com as críticas.
    Infelizmente, qualquer deslize pode destruir a imagem que se constrói nesse aspecto.
    Eu mesma tive minhas experiências profissionais e aquelas em que bati de frente, por mais que eu tivesse feito pensando no melhor, no que era certo, não foi certo pra outros, e com isso você mesmo sabe o que houve. Aprendi. E com isso também acrescento que, às vezes, o silêncio é a melhor atitude. Ao menos nesse caso, eu sei que sim.
    Bjs

    ResponderExcluir

Indicação de livros

  • A Arte Da Guerra - Sun Tzu
  • A cura de Schopenhauer - Irvin D. Yalom
  • Heróis de Verdade - Roberto Shinyashiki
  • O guardião de memórias - Kim Edwards
  • Quando Nietzsche Chorou - Irvin D. Yalom
  • Você é Insubstituível - Augusto Cury

Vídeos

Loading...

Amigos