17.2.09

A beleza da alma

“Se tem bigodes de foca
Nariz de tamanduá
Parece mesmo estranho, heim!
Também um bico de pato
E um jeitão de sabiá
Mas se é amigo
Não precisa mudar
E é tão lindo
Deixa assim como está
E eu adoro, adoro
Difícil é a gente explicar....”

Na verdade, não é difícil explicar.
Algumas pessoas, por mais desengonçadas, feias ou diferentes que sejam transmitem um brilho que vai além da sua beleza exterior. A explicação para isso está na “amizade” que essa pessoa construiu consigo mesma, amando-se e respeitando-se. E esse é o primeiro passo para a conquista. Conquiste-se primeiro para depois conquistar aos outros.
Pessoas que vivem bem consigo mesmas, que são felizes, realizadas, que se valorizam, se amam e se respeitam emitem uma vibração positiva, uma energia que contagia aqueles que a cercam.
Já dizia Vinicius: “As feias que me desculpem, mas beleza é fundamental”. Mas pensando bem, será que é mesmo?
A beleza passa. Se a pessoa não se ama, se inferioriza, vive triste e infeliz, a imagem que ela vai transmitir é de alguém sem graça, negativa e que ninguém faz questão de estar por perto.
Então a beleza é mesmo fundamental? Esteticamente falando, não é. Fundamental, é a beleza interior, aquela que os olhos não vêem mas que o coração sente. A beleza que vem da alma.

2 comentários:

  1. Tem quem diz que quem gosta de beleza interior é Decorador ou Arquiteto de Interiores kkkkkkk eu sou Arquiteto mas não faço de nenhuma das opções acima rs. Brincadeirinha. Beleza na realidade é subjetiva e cada um tem um gosto, um tipo, um perfil que lhe agrada mais ou menos então é relativo. Ah não ser se levarmos em consideração a "beleza" que é vendida pela mídia afora... isso é fake!

    ResponderExcluir
  2. Oi Dri, deixei um selo pra você lá no meu blog the K theory. Passa lá, copia o selo, leia as regras e repasse para outros blogs. Beijão

    ResponderExcluir

Indicação de livros

  • A Arte Da Guerra - Sun Tzu
  • A cura de Schopenhauer - Irvin D. Yalom
  • Heróis de Verdade - Roberto Shinyashiki
  • O guardião de memórias - Kim Edwards
  • Quando Nietzsche Chorou - Irvin D. Yalom
  • Você é Insubstituível - Augusto Cury

Vídeos

Loading...

Amigos